quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Justiça bloqueia bens de Zé Luiz e da Trafit, empresa que vendeu três semáforos para a Prefeitura de Barra do Piraí


três semáforos pelo preço de 27 carros populares em 2011

A desembargadora Valéria Dacheux Nascimento, da Décima Nona Câmara Cível do Rio de Janeiro, negou o pedido do deputado estadual José Luiz Anchite (PP) e da empresa Trafit Indústria e Comércio Ltda, mantendo as penhoras de quantos bens forem necessários para ressarcir aos cofres públicos, R$ 666,4 mil gastos na compra de três conjuntos de semáforos pela Prefeitura de Barra do Piraí.



A penhora foi pedida pelo Ministério Publico Estadual na Ação Civil Pública - improbidade administrativa - movida na 1ª Vara da Comarca de Barra do Piraí para investigar a inexigibilidade de licitação alegada por Zé Luiz na compra de três semáforos no valor de 27 carros populares em 2011.


Para dispensar a licitação, o então prefeito Zé Luiz alegou, que os aparelhos não possuíam concorrentes no mercado devido ao design diferencial desenvolvido pela empresa Trafit Indústria e Comércio Ltda.



O que está sendo apurado na Ação Civil Pública é somente o procedimento ilegal na compra três semáforos, repito, pelo valor de 27 carros populares em 2011, pelo ex-prefeito de Barra do Piraí.

Acredito que o Ministério Público Estadual poderia ir além e apurar também os valores absurdos pagos por aparelhos, que segundo Zé Luiz, nem a NASA consegue fabricar.


3 comentários:

  1. ainda bem que ele desistiu do candidato Maércio a prefeitura

    ResponderExcluir
  2. Queria saber onde foi parar aqueles que estavam na boca da ponte Irmãos Di Biase

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário